Exercício 7

nome completo
seu e-mail

O texto seguinte é um trecho condensado e um pouco modificado, do livro De cuantas formas, de autoria de N. Vilenkin, da Editora Mir.

"Até o século XVII quase não existiam revistas científicas. Os homens de ciências se inteiravam do trabalho dos seus colegas por intermédiode livros ou de cartas particulares. Isto criava grandes dificuldades na publicação de resultados originais: a impressão de livros levavam anos. Escrever cartas contando algum descobrimento importante era arriscado: logo alguém se apoderava do mesmo e, depois como fazer para provar que o dito cujo não era o autor? Além disso, podia acontecer que a pessoa que tivesse recebido a carta já houvesse solucionado tal problema e que a carta, portanto, nada de novo lhe dissera.
Por causa disto, freqüentemente, havia disputas sobre a prioridade de autoria dos descobrimentos. Para assegurar tal prioridade e evitar a divulgação prematuro dos resultados obtidos, os cientistas enunciavam em uma frase curta a essência do descobrimento, depois trocavam a ordem das letras desta frase e a enviavam, com as letras trocadas, em carta aos seus colegas. Estes textos se chamavam anagramas. Por exemplo, amor e mroa são dois anagramas da palavra roma. Quando se imprimia o livro com a exposição detalhada dos resultados, neste se apresentava o anagrama decifrado".

Agora resolva este problema: quantos são os anagramas da palavra ROMA?


A palavra ROMA tem anagramas.



exercício anterior exercício anterior Indice Geralíndice geral Indice Modulo 3índice módulo 3 Proximo exerciciopróximo exercício